quarta-feira, 13 de outubro de 2010

CORAÇÃO BLINDADO NÃO PEGA FEITIÇO

Continuação...

Ta vendo aquela lua que brilha lá no céu?

Se você me pedir eu vou buscar só pra te dar.
Se bem que o brilho dela nem se compara ao seu.
...
Algo me dizia: você vai encontrar alguém que vai mudar a sua vida inteira da noite pro dia.

Fechei meu coração achando que essa seria a melhor solução, que só assim não o feriria novamente.
Tola fui eu, em acreditar em mim mesma e ainda por cima crer que esta idéia maluca poderia dar certo e pior, que fosse a solução das minhas dores.
Isso é impossível e inevitável. O coração fala por si próprio. Ele é maior que a nossa razão. Ás vezes meio tolo, birrento, mas é sábio. Assim como o tempo, que também é sábio e coloca tudo no lugarzinho. Andei lado a lado com os dois, o meu coração de mãos dadas com o tempo. E não é que esses dois formaram uma bela parceria, e acabaram me fortalecendo. Hoje por não ter esperado, por não ter procurado a paixão em corações cheios de ar, por ter dado tempo ao tempo, por respeitar minhas limitações e por acreditar em mim é que encontrei uma paixão em uma pessoa onde nem eu e nem ninguém diria que seria capaz de brotar algo. Mas não é que brotou! Foi como uma planta... Primeiro plantamos, depois regamos, logo após podamos as folhas, adubamos e por fim mais uma regada. E aí surgem as flores, ou seja, no meu caso surgiu a paixão e junto o bem estar, o sorriso estampado no rosto, a alegria de estar bem consigo mesma. E foi por isso que encontrei alguém bacana, pois estava e estou em paz com o meu eu, estava tranqüila. Assim pude perceber como é importante cuidar de dentro para fora.

Finalizo então este post com mais uma musica, afinal musica alimenta a alma, o coração e faz cantarolarmos, principalmente quando estamos apaixonados

... Mas quem diria hoje assim, eu e você, se um tempo atrás não tinha nada haver
Mais uma luz brilhou pra nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário